Ações sociais da Dragões são destaque de reportagem do R7

A Dragões da Real outra vez é destaque na mídia. Desta vez na reportagem Sem ir a jogos, torcidas amargam crise e promovem ações sociais, do R7, site de notícias de Rede Record.

“Como o próprio nome já diz, a finalidade da torcida é torcer, e como isso já foi tirado de nós por causa do vírus, foi bem difícil para manter aceso o sócio da torcida, manter as pessoas em algo que elas não estão podendo usufruir”, avalia André Azevedo, ex-presidente da Anatorg (Associação Nacional das Torcidas Organizadas) e presidente da Dragões da Real, do São Paulo.

André Azevedo destaca que 2020 foi “um ano muito difícil para manter a sede, manter acesa a chama de todo torcedor, e isso faz com que tenha sido difícil financeiramente, até porque a venda dos materiais cai sobre as condições financeiras da sociedade — em vez de consumir roupas de torcida e do time, a pessoa está preocupada em pagar internet, gás, telefone”.

A Dragões da Real, além de realizar campanhas com pessoas em situação de rua no centro de São Paulo, fez uma ação diferente.

“Fizemos uma ação interna voltada para sócios, na qual os associais faziam contato só comigo falando que necessitava de ajuda e eu levava a cesta básica, mas ninguém da torcida tomava ciência disso para não causar algum desconforto”, explica o presidente da Dragões.