Antony pede, mas Cuca não garante liberá-lo à Seleção Pré-Olímpica

O São Paulo é bastante cauteloso em relação à apresentação de Antony na Seleção Brasileira Pré-Olímpica (sub-23), que o convocou para a disputa do tradicional Torneio de Toulon, na França, entre os dias 1 e 15 de junho. O fato se evidenciou nesta sexta-feira, quando o técnico Cuca revelou um pedido do atacante para servir a Amarelinha, mas admitiu que só irá atendê-lo se o mesmo for feito pelos outros clubes afetados pela convocação.

“Temos que tomar cuidado. Quanto mais jogadores nas seleções, melhor, porque é um sinônimo de bom trabalho. Não quero privar o Antony de ir para a Seleção. Ele veio me pedir, falou que quer ir. E ele vai. Mas queremos uma coerência. Que todos os jogadores que estão sendo convocados vão. Se três ou quatro não forem, como eu vou explicar para o meu torcedor que eu liberei? Se todos servirem, a gente vai servir”, afirmou treinador.

A diretoria do Tricolor estuda enviar à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) um pedido para a liberação do jogador de 19 anos de idade, que é a grande revelação do clube neste início de temporada. O ação está em discussão e pode ser feita em conjunto com outros clubes do país, como, por exemplo, Santos e Corinthians, que também tiveram atletas listados.

Caso venha, de fato, a integrar o grupo convocado pelo técnico ex-São Paulo André Jardine, Antony terá de se apresentar à Seleção Brasileira sub-23 já no dia 27 deste mês. Desta forma, desfalcaria o elenco tricolor nas últimas quatro partidas antes da parada para a Copa América, que terá início no dia 14 de junho.

Os compromissos a serem perdidos por Antony, caso se apresenta à Amarelinha, serão: contra Bahia (29/05), pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil; Cruzeiro (02/06), Avaí (08/06) e Atlético-MG (13/06), pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Terra