Apatia, desleixo e preguiça: SPFC perde pro Corinthians

 

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 SÃO PAULO
Data-Hora: 13-12-20 – 18h15
Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Lucas Canetto Bellote (SP)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (MG)
Gols: 1-0 Otero (24’/1ºT)
Cartões amarelos: Daniel Alves (São Paulo)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Cantillo (Camacho, aos 40’1ºT); Ramiro (Mateus Vital, aos 33’2ºT), Cazares (Luan, aos 33’2ºT) e Otero (Lucas Piton, aos 33’2ºT); Léo Natel (Gustavo Silva, aos 17’2ºT). Técnico: Vagner Mancini

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius, Intervalo), Arboleda, Bruno Alves (Tchê Tchê, Intervalo) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Hernanes, aos 33’2ºT); Luciano (Pablo, aos 43’1ºT) e Brenner (Vitor Bueno, aos 34’2ºT). Técnico: Fernando Diniz

 

BOLA CHEIA

  • NOVO PRESIDENTE: A gente que acompanha os bastidores do SPFC muito de perto pode afirmar com toda tranquilidade: a eleição de Julio Casares como presidente nos enche de esperança de que teremos dias melhores. Com boas ideias e um plano de ação completo já traçado, Casares tem tudo para virar a página da conturbada política interna são-paulina. Boa sorte, Casares!

 

BOLA MURCHA

  • APATIA, PREGUIÇA, FALTA DE VONTADE, FALTA DE EMPENHO, FALTA DE CONCENTRAÇÃO, SOBERBA, DESLEIXO: É possível definir a atuação do SPFC nesta partida com essas sete “qualidades”. O que adianta jogar tão bem contra cachorros-mortos como Goiás e Botafogo e entrar em campo absurdamente apático na hora de engrenar de vez, justamentre contra o arquirrival? Não adianta m… nenhuma! Tem milionariozinho do elenco que precisa entender que não adianta ser líder do campeonato e perder justo para o Corinthians, com uma atuação ridícula e vergonhosa como essa. Dani Alves deveria pedir desculpas pela atuação desinteressada e ridícula que não justifica seu salário milionário; Bruno Alves fez o pior jogo do ano errando tudo que era possível; Gabriel Sara não acertou um único passe decente enquanto esteve em campo; Reinaldo ainda não percebeu que o jogo começou até agora; Brenner se escondeu no ataque, teve sua pior atuação desde que foi alçado ao time titular; Igor Vinícius, Tchê Tchê e Vitor Bueno foram aquilo que sempre são: nada.
  • TIAGO VOLPI: Em um jogo desses, tenta sair driblando o adversário, perde a bola e quase toma gol… Volpi, você tem obrigação moral de pedir desculpas por essa palhaçada ridícula e desnecessária.
  • ARBOLEDA: Não tem capacidade técnica, nem velocidade e nem domínio de bola para subir ao ataque. Subiu, não voltou em tempo e deixou uma cratera na defesa, que originou o gol dos caras. Arboleda, ponha na sua cabeça que você não tem talento, nem velocidade e nem inteligência para tentar subir ao ataque. Já tá na hora de voltar pro banco. O Diego Costa já aprendeu a lição.
  • PABLO: Às vezes a gente tem sérias dúvidas de que esse pé-de-rato é de fato jogador de futebol profissional de verdade. É um dos caras mais inúteis do elenco quando está em campo: atrapalhado, confuso, se posiciona mal, não acerta nem chutes e nem passes. Sério mesmo, a gente não entende como esse pé-de-rato recebe salário para apresentar “isso” em campo…

(por Demétrio Valente)