Ceni diz que só aceitou porque era o SPFC: ‘Crespo deveria continuar’

Antes do primeiro jogo pelo São Paulo, Rogério Ceni deu uma declaração surpreendente. Segundo ele, Crespo não deveria ter sido demitido.

Ao Premiere, o ídolo tricolor deixou claro que não queria trabalhar mais esse ano. No entanto, afirmou que só aceitou o convite do São Paulo por conta do momento vivido pelo clube que o consagrou.

“Foi tudo muito rápido. Cheguei cinco e quinze da tarde para conversar com o Júlio. Eu gostaria de começar o trabalho no ano que vem, mas pelas necessidades, pelo pedido dele e do Muricy, que pesa bastante, e por ser o São Paulo. Se não fosse o São Paulo, não aceitaria o convite neste momento da temporada”, afirmou Ceni, que completou.

“Vamos trabalhar com o tempo curto que temos. Tentar fazer o nosso melhor. Não é momento de euforia, mas temos que fazer ele virar um momento eufórico. O Crespo deveria continuar, eu mesmo falei. Não conheço pessoalmente, mas demonstra um carinho muito grande, ganhou título com o São Paulo. Fico triste, realmente, pela saída”, diz o novo treinador do São Paulo”, finalizou.

Fonte: ESPN