Com futebol medíocre e teimosia de Cuca, SPFC fica no 0x0 com lanterna

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 X 0 SÃO PAULO
Local: Estádio da Ressacada, Florianópolis (SC)
Data: Sábado, dia 8 de junho de 2019
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartão Amarelo: Ricardo, Betão, Brenner, Luan Pereira e Igor Fernandes (Avaí); Toró e Tchê Tchê (São Paulo)

AVAÍ: Vladimir; Lourenço, Betão, Kunde e Igor Fernandes; Pedro Castro, Ricardo (Luan Pereira) e João Paulo; Getúlio, Caio Paulista (Brizuela) e Brenner (Daniel Amorim); Técnico: Geninho

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Igor Gomes); Toró (Everton Felipe), Alexandre Pato e Everton (Marquinhos Calazans); Técnico: Cuca

 

BOLA CHEIA

  • IGOR GOMES: Em um time que parecia ter preguiça de jogar e que esbanjava apatia em campo, Igor Gomes entrou com vontade, criou as (poucas) chances de ataque mais efetivas e deu uma centelha de esperança de conseguirmos fazer um gol no lanterna do campeonato – aliás, esse Avaí é tão ruim que se jogar contra o time infantil da Cohab é  capaz de perder de goleada. O gol não veio, mas é inacreditável que Cuca prefira o bonecão de posto Vitor Bueno como titular absoluto no lugar de Igor Gomes. Simplesmente inacreditável!

 

BOLA MURCHA

  • CUCA: Tem pangaré em rede social que diz que Cuca não tem culpa de nada porque ele não entra em campo. Não entra mesmo, mas desmontou o bom trabalho de Mancini, tirou espaço da molecada da base, insiste com o péssimo Tchê Tchê (contratação pedida por ele) como titular absoluto, barrou Igor Gomes para colocar o horrendo Vitor Bueno (contratação pedida por ele) também como titular absoluto, barrou o jovem Walce para trazer Anderson Martins das profundezas e neste jogo tirou Toró para colocar o fraquíssimo Everton Felipe, desmontando de vez as jogadas de velocidade. Os resultados estão aí: nos últimos 6 jogos, nenhuma vitória e apenas um único gol marcado. Cuca, sua teimosia e insistência com essa gente que você recomendou (Tchê Tchê e Vitor Bueno) é tudo o que o SPFC não precisa neste momento.
  • TCHÊ TCHÊ: Cuca defende que Tchê Tchê é titular absoluto por ser polivalente. Nisso ele está certo: Tchê Tchê é ruim de passe, ruim de posicionamento, ruim de finalização, ruim de drible e pipoqueiro clássico, ou seja, esbanja polivalência sendo ruim em diversos fundamentos ao mesmo tempo.
  • VITOR BUENO: Jesus amado, como um cara com esse futebol medíocre e essa preguiça pode vir como “reforço” e ser titular absoluto? Você contou quantos passes ele acertou nesta partida? Quantas jogadas certas ele completou? Nenhuma. Nada. Zero. Até Cuca perdeu a paciência com a apatia do cara e o tirou de campo.
  • PATO: A quantidade de péssimas finalizações de Alexandre Pato é apenas retrato do que o time se transformou com esse “planejamento” e um técnico exageradamente teimoso. Não fazer gol é normal, mas errar todos os chutes de maneira tão grotesca não é normal para um cara da qualidade de Pato.
  • EVERTON FELIPE: Cuca tirou Toró para colocar Everton Felipe. Fim da história. Precisa dizer mais alguma coisa?