Com volta de Miranda, Ceni terá ‘dor de cabeça’ para montar a defesa

Após cumprir suspensão, o zagueiro Miranda retornará ao São Paulo para a partida contra o Red Bull Bragantino. No entanto, a volta do jogador pode dar uma certa “dor de cabeça” para o técnico Rogério Ceni.

O jogo diante do Massa Bruta será o primeiro em que o treinador terá Miranda, Arboleda e Léo à disposição. Nesse cenário, o comandante precisará definir qual será a melhor formação defensiva para o confronto deste domingo.

Em sua reestreia como técnico do São Paulo, contra o Ceará, Ceni não pôde contar com Arboleda, que havia sido convocado para a seleção equatoriana. Sem ele, Miranda e Léo formaram a dupla titular.

Já no Majestoso da última segunda, o camisa 22 foi desfalque por suspensão. Com isso, o equatoriano retornou aos 11 iniciais e atuou ao lado de Léo.

Com o trio vivendo bom momento, Ceni precisará tirar um deles do time titular caso queira manter a formação com quatro defensores. Porém, o treinador pode surpreender e escalar a equipe com três zagueiros, como fez o ex-técnico Hernán Crespo durante boa parte da temporada.

Há ainda a opção do São Paulo ser montado com Miranda e Arboleda na zaga e Léo na lateral-esquerda, sua posição de origem, mas Reinaldo tem ganhado espaço com o atual comandante e não deve ser sacado dos titulares.

Segundo o Footstats, Arboleda tem a melhor média de desarmes no Campeonato Brasileiro, com 2,33 por jogo. Miranda tem 1,61 e Léo tem 1,48. Já nas rebatidas, Miranda lidera com 138 em 18 partidas, enquanto Léo tem 99 (23 partidas) e Arboleda tem 81 (nove partidas).

Fonte: ESPN