Crespo faz questão de não diferenciar time ‘titular’ do ‘reserva’

Com um time completamente reserva, o São Paulo foi até o estádio Centenario, no Uruguai, e ficou no empate por 1 a 1 contra o Rentistas, nesta quarta-feira (12), em duelo válido pela quarta rodada do grupo E da Conmebol Libertadores.

Por priorizar as quartas de final do Campeonato Paulista, nesta sexta-feira, contra a Ferroviária, Hernan Crespo poupou os titulares até da viagem. Mesmo assim, o técnico argentino evitou falar em equipe reserva nesta quarta.

“O São Paulo entrou com um time que merece respeito, profissionais, que ganharam e conquistaram em cada treino a possiblidade de jogar uma partida de Libertadores. E pra mim é suficiente”, disse o técnico.

A própria diretoria do São Paulo tem falado abertamente que nesta semana a prioridade seria o mata-mata do Paulista. Por isso, Crespo mandou a campo um time de reservas.

“As situações são muito claras no São Paulo. A diretoria se dedica a escolher treinadores, treinadores escolhem jogadores. E jogadores se dedicam a jogar”, respondeu.

“Merecíamos ganhar. Independente disso, quero parabenizar o time, a equipe, a molecada. Muita gente que nasceu em Cotia, estou muito feliz por eles, um pouco triste porque o time mereceu ganhar, jogou muito bem o segundo tempo. O empate pessoalmente penso que é injusto, mas independente disso estou muito feliz e contente pela evolução dos jogadores que jogaram hoje”, analisou.

Fonte: ESPN