Defesa ‘rejuvesnece’ e melhora após as mudanças de Diniz

A defesa do São Paulo sofreu uma profunda reformulação nos dois últimos jogos. Se antes o sistema era quase uma unanimidade com a presença de Bruno Alves e Arboleda, essa realidade mudou após as aparições da nova dupla de zaga.

Diego e Léo ganharam a vaga dos companheiros e deram conta do recado. Em dois jogos com os dois na defesa, o São Paulo não sofreu gols, algo que não acontecia desde as duas primeiras partidas da temporada (vitória por 2 a 0 sobre o Água Santa e empate em 0 a 0 com o Palmeiras).

– Eu mudei porque achei que tinha que ter um pouco mais de fluidez na saída e acabou acontecendo, principalmente no primeiro tempo – explicou Fernando Diniz sobre a alteração na zaga após o jogo contra o Sport, o primeiro da mudança.

O São Paulo ganhou mais qualidade na saída de bola e criou boas oportunidades de gols realizando jogadas com a transição entre defesa e ataque.

No duelo contra o Sport, por exemplo, Diego foi o vice-líder em passes certos, com 43, e apenas dois erros. Léo acertou 30 e errou quatro. No jogo seguinte, contra o Athletico, Diego dividiu a segunda colocação de passes certos com Daniel Alves: ambos com 59. Léo apareceu em quarto, com 55 passes certos.

A qualidade no passe também aumentou com a mudança na lateral direita. Igor Vinicius entrou no lugar de Juanfran, e o apoio aos zagueiros na saída de bola ficou ainda mais evidente. No jogo passado, ele acertou 57 passes e ficou em terceiro no quesito.

Essas três mudanças (Bruno Alves por Diego, Arboleda por Léo e Juanfran por Igor Vinicius) rejuvenesceram o sistema defensivo. A média de idade caiu de 30 para 24,5 anos.

Essa juventude será colocada à prova neste domingo, às 11h (de Brasília), no Morumbi, diante do Corinthians. Os três terão a oportunidade de mostrar que são confiáveis em um jogo do tamanho do clássico paulista.

A tendência, porém, é que haja uma mudança no posicionamento de Léo. Com a suspensão de Reinaldo, Fernando Diniz deve escalá-lo na lateral esquerda, com a entrada de Bruno Alvez na zaga, ao lado de Diego.

Fonte: GE