Derrota feia no adeus de El Patón no Morumbi

SPFC 1×2 Atlético-MG: Bola Cheia e Bola Murcha da derrota.


SÃO PAULO 1 x 2 ATLÉTICO-MG
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 4/8/2016 – 19h30
Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Público/renda: 15.717 pagantes/ R$ 364.658,00
Cartões amarelos: Buffarini e Lugano (SAO), Otero e Maicosuel (AMG)
Gols: Chavez (2’/1ºT) (1-0), Maicosuel (10’/1ºT) (1-1) e Lucas Pratto (19’/1ºT) (1-2)
SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Lugano, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Pedro, aos 37’/2ºT), Kelvin, Wesley (Luiz Araújo, aos 19’/2ºT) e Michel Bastos (Daniel, aos 29’/2ºT); Chavez. Técnico: Edgardo Bauza.
ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Junior Urso e Maicosuel (Lucas Cândido, aos 23’/2ºT); Robinho (Otero, aos 29’/2ºT), Lucas Pratto e Fred (Luan, aos 15’/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.


CHÁVEZ: Se continuar no ritmo dos treinos, fará golaços como desta partida. O cara tem raça, joga com vibração, tem o mesmo pique de Maicon e Cueva (que não atuou por estar suspenso). Tá certo que depois do gol Chávez sofreu com a marcação cerrada dos adversários, só que ainda assim mostrou muito potencial. Mas não adianta um ou dois correrem se o resto se arrasta em campo. De qualquer modo, estamos apostando no gringo para dar mais raça ao ataque depois das tenebrosas fases de Centurión e Kardec.


BAUZA: No dia da despedida, o time foi sua cara: até que há empenho de alguns atletas (não todos), mas a falta de esquema definido, de técnica e a insistência na retranca tornam o time engessado demais. Isso funciona em Libertadores, em mata-mata, mas definitivamente é péssimo nos pontos corridos. Mas Patón foi franco e honesto com o SPFC, a ida pra Argentina foi transparente e a gente torce para que ele siga seu rumo e se dê muito bem. Obrigado por trazer de volta a raça ao time, Bauza, você é um cara do bem. Mas agora torceremos pra vir um técnico menos retranqueiro.
MICHEL BASTOS, WESLEY, THIAGO MENDES, MENA: Você já percebeu que de uns tempos pra cá são sempre os mesmos que erram passes, parecem estar sempre desatentos às jogadas, dão corridinhas para disfarçar e passam o resto do jogo se arrastando? Você já prestou atenção que os gols sempre acontecem pelos mesmos “caminhos”? Ou alguém toma alguma providência ou vamos caminhar firme rumo à parte debaixo da tabela. Todos sabem que Michel Bastos e Wesley têm talento, mas se não querem jogar, pra que ficar pagando salário pra essa gente se arrastar como lesmas em campo? Todos sabem que Thiago Mendes e Mena têm talento, mas se estão em péssima fase, não é melhor poupá-los? Alguém tem que tomar alguma providência!
POLITICAGEM: Todo mundo sabe que os bastidores do SPFC são atualmente como um vulcão em erupção, ninguém parece estar realmente preocupado com o futuro do clube, mas apenas em cantar a vitória do seu “lado político”. Nós, torcedores, não queremos saber de politicagem, mas pelo amor de Deus olhem a tabela do Brasileirão e vejam que vocês estão levando o SPFC direto para a zona de rebaixamento com uma velocidade estonteante!!! Danem-se assembleias, danem-se estatutos, danem-se conselhos, danem-se linhas políticas, danem-se ações judiciais, não queremos saber de nada disso, não queremos ver nosso gigante SPFC brigando apenas pelo meio da tabela com medo de ser rebaixado. Só quem está perdendo com isso é a instituição São Paulo FC. Será que vocês não percebem isso?!? Esta derrota em casa foi sintomática pra gente afirmar sem medo de errar: o ano acabou. Se pudermos sonhar muito fantasiosamente com título, é na Copa do Brasil, pois no Brasileirão a meta do time agora é não ser rebaixado. Aguardemos os próximos capítulos e os próximos vexames dessa novela mexicana…