Fase boa é assim: mesmo jogando mal, SPFC vence o Sport

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 0 SPORT
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Data e Horário: 6 de dezembro de 2020 (domingo), às 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Ricardinho, Sander, Maidana e Rafael Thyere (Sport); Juanfran, Luan, Daniel Alves e Arboleda (São Paulo).
GOLS: Luciano, aos 13 minutos do 1ºT.

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius, aos 29’/2ºT), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes (Vitor Bueno, aos 29’/2ºT) e Gabriel Sara; Luciano (Pablo, aos 33’/2ºT) e Brenner (Tchê Tchê, aos 33’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.
Sport: Luan Polli; Patric, Maidana (Thiago Neves, intervalo), Chico e Rafael Thyere; Sander, Marcão (Mikael, aos 38’/2ºT), Ronaldo H. (Betinho, aos 15’/2ºT), Ricardinho (Jonatan Gómez); Lucas Mugni e Dalberto. Técnico: Jair Ventura

 

BOLA CHEIA

  • BOA FASE: Esse é a típica partida que reflete a boa fase do time: vence mesmo jogando mal. O fato é que o SPFC não foi nem sombra daquele time que goleou o Flamengo, por exemplo. Foi lento, preguiçoso, com muitos passes errados. E, apesar de tudo, venceu. E é isso que faz um time vencedor: ganhar mesmo quando joga mal. E se quiserem nos chamar de “resultadistas”, tudo bem, afinal, só nós sabemos a dor que é a sequência de vexames que passamos nos últimos anos. O que importa mesmo são os 3 pontos.

 

BOLA MURCHA

  • PABLO, IGOR VINÍCIUS, TCHÊ TCHÊ, VITOR BUENO: Entraram no final. E nem deveriam ter entrado. Os quatro são uma nulidade em campo. Destaque (negativo) para Pablo: é tão ruim que perde a bola até quando não se mexe.