Diniz testa Shaylon como volante e Luan como zagueiro

O meia Shaylon retornou de empréstimo ao São Paulo e pode ter uma nova função em 2020. O técnico Fernando Diniz utiliza o início de pré-temporada para testar o jogador como segundo volante.

No meio de campo, Shaylon pode ter poucas oportunidades, já que Hernanes, Daniel Alves e Igor Gomes largam na frente por um lugar no setor. Igor Gomes está com a seleção brasileira olímpica e pode retornar apenas em fevereiro.

Já na nova função desempenhada pelo jogador, a concorrência é menor. No atual elenco, Liziero e Tchê Tchê foram os mais utilizados no ano passado, mas ambos podem atuar em diferentes posições. Liziero, por exemplo, pode jogar como primeiro volante e como meia, o que abriria espaço para Shaylon.

Aos 22 anos, Shaylon é considerado um jogador com saída de bola muito boa, o que agrada ao técnico Fernando Diniz.”

Durante os treinos da pré-temporada, além de trabalhar os passes e a posse de bola, o treinador aprimora a parte defensiva dos atletas.

Pelo Bahia, Shaylon fez cinco gols em 30 jogos e conquistou o campeonato estadual. Ele tem contrato com o São Paulo até janeiro de 2021. O meia iniciou sua trajetória na base da Chapecoense e depois terminou o processo de formação no Tricolor, onde foi promovido ao profissional.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, Fernando Diniz sinalizou algo que poderia ser uma tendência em 2020: Luan como zagueiro.

Primeiro volante de origem, o jogador foi titular ao lado de Walce, na vitória contra o CSA. No segundo tempo, Diego Costa (integrado aos profissionais para esta temporada) entrou na zaga e Luan voltou a ser volante.

No início dos trabalhos de pré-temporada no CT de Cotia, Luan vem sendo aproveitado e testado como zagueiro em muitas oportunidades.”

No jogo-treino contra a Caldense no último domingo, por exemplo, ele entrou no segundo tempo e fez dupla de zaga com Anderson Martins.

Como a lesão de Walce pode deixar o zagueiro de seis a oito meses fora, Luan pode ser uma alternativa para suprir essa ausência. A diretoria ainda trabalha com a possibilidade de repatriar Rodrigo, emprestado ao Portimonense, de Portugal.

Fonte: Globo Esporte