Ficou tudo por isso mesmo e todo mundo faz o que quer

Daniel Alves agitou as redes sociais na noite deste domingo ao publicar uma série de vídeos em que aparece tocando um instrumento de percussão ao lado de amigo com o mesmo braço que o deixou de fora, por uma fratura, da viagem do São Paulo para o Equador.

Fora, portanto, do duelo decisivo contra a LDU pela Conmebol Libertadores, o jogador foi bastante criticado por torcedores, mas ironizou a repercussão nesta segunda-feira.”

Também pelas redes sociais, o atleta postou um vídeo curto em que aparece com o instrumento musical na cabeça e outro em que reproduz o movimento com a mão e faz sinal negativo, com a legenda: “Proibido ser feliz… Lei 171”.

Ele evitou, contudo, rebater diretamente as críticas pelos vídeos. “Pensando em responder algumas coisas… Ah não, fiquei com preguiça”, escreveu ele.

Dentro do São Paulo, o entendimento tanto de pessoas que estão na delegação que viajou ao Equador, quanto de quem ficou no Brasil, é que os jogadores são responsáveis por seus atos. Não haverá, portanto, uma cobrança específica a Daniel Alves no caso.

A visão tricolor é que os jogadores tem procedimentos a cumprir, depois de terem recebido do clube uma série de procedimentos a serem respeitados fora de campo. E sabem também da postura que devem ter diante dos companheiros. Diretoria e comissão técnica não vão ficar de “babá” dos atletas, segundo essa pessoa ouvida pela reportagem.

O que o São Paulo espera é que, se Daniel Alves reuniu amigos na noite de domingo, todas as pessoas estivessem bem de saúde, preservando assim a sua própria e do grupo – nos vídeos postados no domingo, nenhum dos presentes usava máscaras de proteção.

Apesar do consenso de que o jogador faz o que bem entende na folga, seguindo as recomendações, não pegou bem no clube as postagens. Ainda que reunisse amigos, Daniel Alves não deveria ter se expostos nas redes sociais, na avaliação interna.

Daniel Alves está afastado desde o dia 26 de agosto, na partida contra o Athletico-PR, quando teve diagnosticada uma fratura no braço direito. Ele precisou passar por cirurgia e só deve retornar ao São Paulo na próxima semana, na Argentina, contra o River Plate.

Fonte: GE / ESPN