Fundo do poço: o maior vexame do ano!


SÃO PAULO 1 x 2 JUVENTUDE
Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 24 de agosto de 2016 (quarta-feira), às 21h45
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO); Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público/renda: 6.643/ R$ 145.406,00
Cartões amarelos: Lyanco e Lugano, no banco de reservas (SAO); Ruan e Bruninho (JUV); Cartão vermelho: Ruan (JUV)
Gols: Roberson 9′ 1ºT (0-1); Andrés Chávez 39′ 1ºT (1-1); Roberto 28′ 2ºT (1-2)
SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Lyanco e Carlinhos; Hudson (Luiz Araújo 39′ 2ºT), Thiago Mendes e João Shcmidt (Michel Bastos – intervalo); Kelvin (Gilberto 29′ 2ºT), Andrés Chávez e Cueva. Técnico: Ricardo Gomes
JUVENTUDE: Elias; Neguete, Willian Klaus, Ruan e Pará; Bruninho, Vacaria (Wanderson 34′ 2ºT), Felipe Lima (Lucas 26′ 2ºT) e Wallacer; Roberson e Hugo (Caio 15′ 2ºT). Técnico: Antônio Carlos Zago


CHAVEZ: Esse cara tem faro de gol. Ele é meio Serginho Chulapa, não tem lá muita técnica e é um grandalhão desengonçado, mas joga sempre com raça e finaliza muito bem. O problema é que a bola não chega até ele. Nunca. Mas quando chega, ele é matador.
MAICON: Tranquilo, seguro e sério. Apesar dos graves problemas do time, Maicon mantém-se sempre focado e não brinca em serviço (ao contrário de Lyanco, que é meio irresponsável em lances capitais), joga sempre sério. Foi um dos poucos acertos do clube no ano: segurar o cara por aqui.


MENTALIDADE DE SEGUNDA DIVISÃO: Com exceção de três ou quatro jogadores, o elenco é formado por atletas que em outros tempos não passariam nem na peneira do SPFC. Carlinhos (esse não seria nem reserva no time de futsal da Dragões!), Lucão (que para nosso terror estava na reserva), Bruno, Thiago Mendes (o rei dos passes errados), Wesley (que graças a Deus não jogou), Gilberto, Hudson, Denis (que voltou ao normal: o primeiro gol foi outra jogada típica de mão-de-alface!), João Schmidt… São atletas que até têm algum lampejo de bom futebol, mas que não passa disso mesmo: lampejos. De modo geral, são jogadores limitados que acabam jogando o nível técnico do elenco lá pra baixo. Essa gente aí conseguiu perder em pleno Morumbi pro Juventude, um timinho da série C que está quase caindo pra série D e ainda estava com um a menos, após uma expulsão. Pra piorar, ainda trouxeram um técnico que abandonou o seu time anterior na zona do rebaixamento e (olha só que coincidência!) assim que ele saiu de lá o time começou a ganhar todas. Quanta coincidência, não?!? Por que diabos não deixaram o Jardine? Por que diabos Ricardo Gomes colocou esse lixo do Carlinhos no lugar do Mena? Por que diabos só colocou Luiz Araújo quando faltavam 4 minutos pro jogo acabar? Por que diabos colocou esse lixo desse tal de Gilberto (aliás, quem contratou essa porcaria?!?), que não era titular nem num timinho dos EUA? Por que diabos barrou Buffarini e Mena? Vai começar implicância com os estrangeiros? Com esse elenco, esse técnico e a diretoria em eterna guerra política nos bastidores, se o SPFC não for rebaixado neste ano, teremos sim que comemorar como se fosse título. Até porque título mesmo, com essa gente aí, nem em sonho…
JUIZ: Sim, o juiz inventou um pênalti pra eles. Mas Thiago Mendes foi estúpido no lance e, cá entre nós, é um timinho da série C que está quase caindo pra série D e ainda estava com um a menos em campo. Queremos ver quem vai mostrar que não tem mesmo vergonha na cara e ter a cara de pau de culpar o juiz pela derrota…