Há 100 anos nascia Laudo Natel, o grande patrono tricolor

Há 100 anos nascia Laudo Natel, um dos nomes mais importantes da história do São Paulo FC. O grande Patrono tricolor foi um dos maiores responsáveis pela concretização do sonho da construção do estádio do Morumbi, entre outras diversas e inestimáveis contribuições ao clube.

Natel morreu em maio último, aos 99 anos de idade. Ele e Cícero Pompeu de Toledo, ex-presidente que carrega o nome do estádio, foram os principais responsáveis pela construção do Morumbi. A casa do São Paulo foi inaugurada ainda incompleta em 1960 e depois finalizada em 1970.

Laudo Natel foi governador de São Paulo entre 1966 e 1967, quando substituiu Adhemar de Barros, afastado, e depois de 1971 a 1975, à época eleito indiretamente e sem concorrentes ao cargo.”

Nascido em São Manoel, no interior de São Paulo, no dia 14 de setembro de 1920, Laudo cresceu em família humilde. Menino de fazenda, ele percorria mais de 8 km por dia para completar o estudo primário.

Sócio do Tricolor desde que na cidade chegou, Laudo Natel foi apresentado à diretoria do São Paulo, especialmente ao presidente Cícero Pompeu de Toledo, por Luís Campos Aranha, justamente como a peça central de um projeto que revolucionaria o clube. Essa tríade reunida foi fundamental para a construção dos alicerces nos quais hoje se sustenta o Tricolor do Morumbi.

Superando a descrença, as dificuldades, a falta de dinheiro e mesmo a boataria, Laudo entregou aos são-paulinos, em 25 de janeiro de 1970, um patrimônio ainda hoje inigualável entre os clubes brasileiros: O Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

35 anos depois, o Tricolor batizou o recém-inaugurado CFA de Cotia, em honra a todos os serviços e anos que prestou ao clube, com o nome de Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel, o maior projeto patrimonial do São Paulo, após o Morumbi.

Fonte: SPFC