Hernanes comemora seu 300º jogo usando nosso Manto Sagrado

Saiu barato o empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino para o São Paulo. Depois de o adversário desperdiçar dois pênaltis nesta quarta-feira, dia em que Hernanes comemorou 300 jogos pelo clube, o jogador se mostrou aliviado por, ao menos, o time ter somado um ponto na briga pela liderança do Brasileirão.

“Pela adversidade que se encontrou o jogo, um ponto é vantagem. Mas, não era aquilo que a gente esperava. Até criamos boas chances antes do 1 a 0. Acho que teria dado uma tranquilidade maior para não nos expormos tanto. A equipe deles é boa, com jogadores rápidos na frente. Faltou precisão para começar ganhando e decretar a partida. Não era o que queríamos, mas saímos na vantagem”, confessou Hernanes, ao Premiere.

O Profeta foi acionado no intervalo, na vaga de Gabriel Sara, mas não conseguiu se destacar ao longo do segundo tempo.

De qualquer maneira, se tornou o personagem da partida pela marca expressiva de 300 jogos.

Apenas 36 jogadores ostentam essa quantidade de jogos com a camisa tricolor e, se depender de Hernanes, o número só vai aumentar.”

“Queria comemorar com uma vitória, marca expressiva, 300 jogos pelo São Paulo, graças a Deus. Lembrava dos primórdios hoje quando entrei no vestiário. A empolgação de jogar continua a mesma, estou bem feliz com essa marca. Espero que o capítulo mais bonito dessa história esteja por ser escrito ainda”, prosseguiu.

A partir de agora, o foco da equipe de Fernando Diniz será voltado para o clássico do próximo sábado, contra o Santos, na Vila Belmiro.

Será a última partida do São Paulo antes do confronto com o River Plate, pela Libertadores, marcado para quinta-feira da semana seguinte, no Morumbi.

Fonte: ESPN