Outro vexame a dois pontos do Z4


joaoschmidt160908PALMEIRAS 2 X 1 SÃO PAULO
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 7 de setembro de 2016 – 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC); Auxiliares: Nadine Câmara Bastos e Helton Nunes (ambos de SC)
Cartões amarelos: Gabriel, Mina e Jean (PAL); Chávez, Mena e Lyanco (SAO)
Gols: Andrés Chávez 2′ 2ºT (0-1); Yerri Mina 10′ 2ºT (1-1); Vitor Hugo 25′ 2ºT (2-1)
PALMEIRAS: Jaílson; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel (Cleiton Xavier 43′ 2ºT), Tchê Tchê, Moisés (Thiago Santos 34′ 2ºT) e Allione (Gabriel Jesus 7′ 2ºT); Dudu e Rafael Marques. Técnico: Cuca
SÃO PAULO: Denis; Wesley, Rodrigo Caio (Lyanco 39′ 1ºT), Maicon e Carlinhos (Mena 44′ 1ºT); Hudson, João Schmit, Thiago Mendes, Luiz Araújo (Daniel 29′ 2ºT) e Kelvin; Andrés Chávez. Técnico: Ricardo Gomes


MAICON, LYANCO e CHAVEZ: É uma pena que esse trio tenha que conviver lado a lado com lixos como Wesley e Carlinhos, além de amarelões como João Schmidt, Luiz Araújo e Thiago Mendes. Em outros tempos, Maicon, Lyanco e Chavez seriam ovacionados por suas atuações. Mesmo nessa sequência infindável de vexames, eles continuam atuando com um mínimo de seriedade e decência.


psicologo160903INCOMPETENTES: Dentro de campo, o SPFC é hoje reflexo do que é na sua administração fora de campo: incompetente, amador, confuso, afundado em vaidades pessoais, perdido, sem planejamento, sem nada. É apenas um amontoado de jogadores correndo pra cima e pra baixo sem esquema, sem plano de jogo, sem absolutamente nenhuma ambição que não seja escapar da Série B. É nisso que as gestões administrativas dos últimos anos transformaram o SPFC: num time que entra em campo para não ser goleado. Completamente perdida, a diretoria busca “reforços” na Série B e já parece conformada com um possível rebaixamento. Isso se reflete em campo! A escolha de Ricardo Gomes como técnico foi apenas mais um equívoco da diretoria: ele deixou o Botafogo na Zona de Rebaixamento e agora está levando o SPFC para ela, pois já dirigiu o time em 4 partidas e não conseguiu nenhuma vitória até agora. Nenhuma! E ainda dizem que o time precisa de “ajuda psicológica”… O cabra ganha R$ 100 mil por mês (o Wesley ganha isso aí x 4!), trabalha num clube de ponta e vem falar de “ajudinha psicológica”?!? ISSO É FALTA DE VERGONHA NA CARA, isso sim!!! O time entra em campo perdido, sem esquema, errando fundamentos mais básicos, os jogadores parecem não entender o que o técnico fala. O que se viu nesta partida contra a porcada foi exatamente isso: parecia um daqueles jogos da Copa do Brasil em que um time grande do Sudeste enfrenta um Ypiranga (do Acre). No caso, o SPFC era o Ypiranga: perdido, com medo de ser goleado, tentando ganhar tempo com chutões pra fora desde os 10 minutos do primeiro tempo. Estamos a dois pontos da Zona de Rebaixamento e só agora a diretoria demitiu o tal Gustavo Vieira, que ganhava uma fortuna para fazer contratações esdrúxulas. Que tal tomar a mesma decisão com o tal de Wesley, que tem o maior salário do time (você sabia que ele ganhava mais do que o Ganso?!?) para ser aquele lixo que se vê em campo? Nos últimos 10 jogos, meu amigo são-paulino, o SPFC só ganhou de um time: o Santa Cruz, que vai ser rebaixado. Mas sabe em quem vão colocar a culpa, né? Na torcida, que foi protestar no CT na semana passada…