Protagonista em 2020, Luciano vive temporada frustrante em 2021

O atacante Luciano terminou a temporada de 2020 como o principal jogador do São Paulo, artilheiro do Brasileiro, com 18 gols, e nas graças da torcida, apesar da perda do título nacional nas rodadas finais do torneio.

Esperava-se a repetição do desempenho de Luciano em 2021, mas as lesões impediram que o atacante tivesse oportunidade de se manter no posto de protagonista tricolor.

No último sábado, o São Paulo anunciou que Luciano seria submetido a uma cirurgia para correção de uma fratura no punho esquerdo sofrida após uma queda no clássico contra o Palmeiras, na última quarta-feira. Segundo o clube, o procedimento foi bem sucedido e o jogador já teve alta no sábado.

Não há prazo para retorno, mas é possível que ele não jogue mais neste ano, a cinco rodadas do fim do Brasileiro.

É a terceira lesão de Luciano na temporada. Em maio, o jogador teve uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda que o afastou de quatro jogos, incluindo a primeira partida da final do Paulista entre eles.

Em junho, Luciano teve uma contusão no mesmo local, mas mais grave: ele deixou o campo contra o Santos e só voltou ao time dois meses depois, contra o Sport, tendo sido desfalque em 17 partidas.

Com o time brigando para não cair e com a concorrência de Rigoni e Calleri no ataque, Luciano não conseguiu manter o nível de atuação.

Em 2020, o atacante liderou o São Paulo que quase venceu o Brasileiro. Na temporada passada, foram 21 gols em 37 jogos – ele foi contratado em agosto, só estreou na quarta rodada do nacional.

Neste ano, os números são mais modestos. Em 38 partidas, marcou só oito gols – apenas dois no Brasileiro.

Sem Luciano, e com a volta de Calleri, que cumpriu suspensão contra o Palmeiras, o técnico Rogério Ceni deve formar o ataque do São Paulo contra o Athletico-PR, quarta, no Morumbi, com o argentino e Rigoni.

Fonte: GE