Quem de fato se destacou no primeiro treino pós-EUA?

Os jogadores do São Paulo retomaram nesta quarta-feira o trabalho no CT da Barra Funda, após 18 dias de pré-temporada nos Estados Unidos. Depois de folgar na terça, o elenco foi ao campo durante o feriado de aniversário da cidade (463 anos) e do São Paulo (87 anos).

Lucas Fernandes, Luiz Araújo, Wesley e Sidão (com suas defesas) se destacaram na atividade de finalizações. O Tricolor foi campeão do Torneio da Flórida, mas não fez gols contra River Plate e Corinthians, vencidos nas penalidades.

Na primeira parte do treino, Ceni dividiu dois times (vinho e de colete branco) em um trabalho de campo reduzido com quatro gols. Sidão, Denis, o garoto Thiago Couto e o preparador assistente Octávio Ohl foram os goleiros na atividade com inúmeros gols. Cueva, Araújo, Wellington Nem e Buffarini foram alguns dos que balançaram a rede nessa etapa.

Depois, Ceni dividiu o elenco novamente e ficou em cima do trabalho de finalizações o tempo inteiro. Com gritos para elogiar acertos e cobrar erros, ele pediu agilidade no trabalho. Eram três estágios: tabelas, enfiadas de bola em lançamento aéreos e cruzamentos rasteiros, todos encerrados com finalizações.

“Bela bola”, “é isso, garoto” e “boa” eram as palavras usadas por Ceni para elogiar os acertos. A irritação vinha com os erros. “É no chão”, gritou para Neilton e Luiz Araújo quando os cruzamentos foram aéreos. Araújo, inclusive, tomou outra chamada quando não foi a um lançamento direcionado a ele. “Tá dormindo, Araújo!?”.

Apesar de alguns erros na hora de cruzar, Araújo foi bem nas finalizações de pé esquerdo e direito. Lucas Fernandes, em fase final de recuperação das cirurgias no ombro e joelho esquerdos, também mostrou chute potente e com boa mira. A previsão de retorno é para a segunda quinzena de fevereiro. Wesley foi elogiado por cruzamentos e finalizações, e Sidão conseguiu defesas difíceis em chutes bem próximos. Por outro lado, Gilberto e Chavez não tiveram bom desempenho.

– Tem que ficar ligado, porque o homem cobra e sabe que só assim os resultados aparecem. Ele sabe disso porque parou há pouco tempo – comentou Wesley.

[Globo Esporte]