SPFC completa 7 clássicos sem perder desse time no Morumbi

O São Paulo começou melhor o clássico das 11h da manhã. Tinha marcação por pressão, dificultava a saída do Corinthians, morava no campo de ataque do Morumbi. Tinha até CEP. Praça Roberto Gomes Pedrosa, número 1, campo de ataque. CEP 05653-070. Foi dali que Hernanes cobrou a falta e Cássio falhou feio. Mesmo com o mérito do cobrador, foi erro do goleiro do Corinthians. O São Paulo já merecia vencer por 1 x 0.

Paulinho Boia subia para marcar a saída de Fágner, Sara encostava em Pablo para dificultar os passes de Gil, Avelar e Cantillo e as recuperações no ataque eram frequentes. O São Paulo fazia o que Fernando Diniz deseja. Não era pragmático, era ousado. Mas não criativo.

Luciano muito aberto pela direita, esperando a marcação de Sidcley, Paulinho Boia era quem se comportava como segundo atacante. Depois do gol de Hernanes, o Corinthians começou a escapar da marcação por pressão, especialmente quando o ritmo de jogo caiu. Ia diminuir pelo calor de 29 graus no Majestoso das 11h da manhã.

Aí, a cadência do Corinthians foi abrindo espaço na defesa alta do São Paulo, até o lançamento de Cantillo alcançar Ramiro às costas de Liziero. O chute contou também com a colaboração de Tiago Volpi.

Incrível foi que o Corinthians melhorou depois das trocas de Tiago Nunes e empurrou o São Paulo de Fernando Diniz para trás. Os corintianos pareciam mais próximos da vitória e o empate ainda mais certo, com o sol derretendo os ataques. Neste cenário, nos acréscimos, o São Paulo conseguiu o segundo gol, marcado por Brenner.

O São paulo tem apresentado mais evolução do que o Corinthians e a terceira vitória seguida confirma isto. Não foi a atuação do clássico que confirmou isto. Foi o resultado. Importante demais ganhar do grande rival. Agora, são sete Majestosos seguidos sem que os corintianos vençam o São Paulo no Morumbi. Desde o fair-play de Rodrigo Caio com Jô, em 2017, são quatro triunfos tricolores e três empates.

Fonte: Blog do PVC / GE