SPFC e galinhada fazem Majestoso pressionados por vitória

O São Paulo recebe o Corinthians neste sábado, às 19h (de Brasília), no estádio do Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. A partida marca o encontro de duas equipes bastante pressionadas por uma vitória. De um lado, o Tricolor não triunfa há duas rodadas, mesmo tendo dominado seus adversários, e está fora da zona de classificação à próxima fase da competição. Do outro, o Corinthians precisa reagir rapidamente após a trágica eliminação na Pré-Libertadores para o Guarani.

Tendo a vantagem de jogar em casa, que deverá receber um grande público – mais de 36 mil ingressos foram vendidos antecipadamente -, o São Paulo tem como trunfo a continuidade do trabalho iniciado no ano passado com Fernando Diniz. Além disso, todo o time titular foi mantido de uma temporada para outra, fator importante para um possível sucesso em 2020.

Nesta semana, Fernando Diniz contou com os reforços de Antony e Igor Gomes, que voltaram ao Brasil após a disputa do Torneio Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira sub-23, na Colômbia. Ambos estão à disposição para o Majestoso, embora apenas Antony deva iniciar o clássico como titular, provavelmente na vaga de Pablo ou Pato. Léo, que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo durante o treinamento da última terça-feira, é o único desfalque do São Paulo.

Por outro lado, o Corinthians vem de uma eliminação na Libertadores e pressionado por melhores resultados. Depois de cair para o Guaraní-PAR, o Corinthians precisar virar a chave e focar na recuperação no Campeonato Paulista. O time do Parque São Jorge foi derrotado pela Inter de Limeira na última rodada do estadual e ocupa a segunda posição do grupo D, com sete pontos.

Apesar da queda na Libertadores, o Corinthians não deve ter grandes novidades para o jogo deste sábado. A tendência é que o criticado Sidcley seja mantido na lateral-esquerda, enquanto Lucas Piton aguarda uma oportunidade futura.

Já no ataque, Tiago Nunes terá Yony González pela primeira vez à disposição e o atacante colombiano disputa a posição pelo lado esquerdo com Vagner Love, que atuaria mais centralizado. Janderson é outro que corre por fora na disputa.

Fonte: Gazeta