SPFC empata com Grêmio e está fora da Copa do Brasil

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO  0 X 0 GRÊMIO
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data e Horário: 30 de dezembro de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Juanfran, Bruno Alves, Fernando Diniz e Toró (São Paulo),
Matheus Henrique, Thaciano (Grêmio)
Cartões vermelhos: Tréllez (São Paulo, após o apito final)

SÃO PAULO: Volpi; Juanfran, Bruno Alves (Paulinho Bóia, aos 33’2ºT), Arboleda, Léo (Toró, aos 20’2ºT); Luan (Vitor Bueno, aos 20’2ºT), Tchê Tchê (Hernanes, aos 33’2ºT), Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Tréllez, aos 33’2ºT); Brenner. Técnico: Fernando Diniz

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz (Ferreira, aos 23’2ºT), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique e Lucas Silva; Alisson (Thaciano, aos 14’2ºT), Jean Pyerre (Darlan, aos 35’2ºT) e Pepê (Everton, aos 36’2ºT); Diego Souza (Paulo Miranda, aos 35’2ºT). Técnico: Renato Gaúcho

 

BOLA CHEIA

  • NINGUÉM: É impressionante. É só ter um jogo decisivo de mata-mata e metade do time amarela miseravelmente. A Tática do Chuveirinho alçou 40 bolas na área (números do SporTV). Nenhuma finalização completa. Erraram todas. A primeira finalização certa (ainda que fraquinha) aconteceu aos 47’ do segundo tempo. Não dá para dar Bola Cheia pra ninguém quando entram em campo totalmente desequilibrados como entraram nesta partida.

 

BOLA MURCHA

  • DANIEL ALVES: É outro que parece ter síndrome de jogo mata-mata: some em campo, erra passes, perde bola, sai errado da área. Um show de lambanças. Uma atuação tão medíocre como na derrota para o Corinthians. O que adianta fazer jogão contra Goiás e Botafogo e sumir no jogo mais decisivo do ano?
  • REINALDO: O SPFC desapareceu na lateral. Reinaldo deixou um buraco não jogando essa partida. E sabe porque ele não jogou? Terceiro amarelo por reclamação. R$ 50 milhões em jogo e Reinaldo não joga porque reclamou demais no jogo anterior. Até quando jogador profissional de futebol vai agir como criança mimada justamente na hora que o clube mais precisa dele?
  • AMARELÕES: Brenner, Gabriel Sara, Igor Gomes, Luan, Tchê Tchê: todos sumiram em campo, amarelaram na cara-dura mesmo. É só ter jogo de mata-mata e essa turma amarela miseravelmente.