SPFC goleia o Íbis, ou melhor, o Binacional pela Libertadores

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 5 x 1 BINACIONAL
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 20/10/2020 – 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Pablo Gonzalez (ARG) 
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Tchê Tchê (São Paulo)
Gols: Vitor Bueno (6’/1ºT) (1-0); Brenner (34’/1ºT) (2-0); Deza (40’/1ºT) (2-1); Pablo (5’/2ºT) (3-1); Arboleda (8’/2ºT) (4-1); Pablo (39’/2ºT) (5-1)

SÃO PAULO (Técnico: Fernando Diniz) Tiago Volpi; Tchê Tchê, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Luan (Toró, aos 30’/2ºT), Daniel Alves (Rodrigo Nestor, aos 18’/2ºT), Igor Gomes (Paulinho Bóia, aos 18’/2ºT) e Vitor Bueno (Helinho, aos 37’/2ºT); Pablo e Brenner (Santiago Tréllez, aos 18’/2ºT).

BINACIONAL (Técnico: Javier Arce) Raúl Fernández; Ángel Pérez, Fajardo, Mancilla e Jackson Reyes; Labrín, Guachiré, Ojeda, Angles e Arango (Gularte, aos 27’/2ºT); Zeta (Deza, aos 26’/1ºT)        

 

BOLA CHEIA

  • RODRIGO NESTOR: Foram pouco mais de 20 minutos em campo, mas já é bem latente que temos aqui mais uma cria de Cotia com enormes chances de sucesso. O garoto bate bem na bola (quase fez um golaço de falta), se posiciona com rapidez e precisão, atua com personalidade. Se o Prof. Pardal parar de ficar sempre insistindo com os mesmos perebas e desse mais oportunidades para jovens como Rodrigo Nestor, a chance de termos mais joias feitas “em casa” será maior. Anote esse nome aí porque esse moleque vai render!

 

BOLA MURCHA

  • PROF. PARDAL: O inventor improvisa Tchê Tchê até de lateral só para não deixá-lo fora da partida e, mesmo assim, o perebão falhou no lance que originou o gol do time peruano. O fato é que até o Sub-13 da Tuna Luso-Brasileira ganharia desse Binacional, um time tão ruim que faz o Ibis parecer Bayern de Munique. Aliás, em duas partidas contra o River Plate o Binacional tomou 14 gols e não fez nenhum. Os caras só fizeram 3 gols na Libertadores e todos três contra o SPFC. Ainda assim, o time do Prof. Pardal foi extremamente lento, só toca bola de lado, parece sempre desorganizado e perdido. Fraquíssimo.