SPFC não ganha nem do rebaixado São Caetano, mas se classifica

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]FICHA TÉCNICA[/perfectpullquote]

SÃO CAETANO 1×1 SÃO PAULO
Data-Hora: 20-03-19 – 21h30
Estádio: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP) Nota L! – 7,0 – Anulou corretamente o gol de Gonzalo Carneiro e conduziu bem o jogo.
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Público/Renda: 3.425 presentes/ R$ 126.380,00
Cartões amarelos: Max (SCA), Hudson, Anderson Martins, Bruno Alves e Pablo (SAO)
Gols: Antony, 24/2º T (0-1), Pablo, 40/2º T (1-1)

SÃO CAETANO: Luiz Daniel; Alex Reinaldo, Saimon, Max e Capa; Esley (Rafael Marques, 12/2º T), Vinícius Kiss, Pablo e Vitinho (Diego Rosa, 35/2º T); Minho e Bruno Mezenga (Hernandes, 23/2º T). Técnico: Pintado.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Bruno Peres, 19/2º T), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson, Igor Gomes (Jonathan Gómez, 29/2º T) e Antony; Pablo e Gonzalo Carneiro (Everton Felipe, intervalo). Técnico: Vagner Mancini.

 

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]BOLA CHEIA[/perfectpullquote]

  • ANTONY: No meio desse mar de mediocridades que o SPFC apresenta dentro e fora de campo, o garoto Antony é um alento. O moleque não tem medo de cara feia e não fica com aquela frescura de “Ainnn, a fase tá ruim e estou sem confiança”… Com apoio total de Mancini, ele vai pra cima, dribla mesmo, tenta todo tipo de jogada, chuta a gol e não tem medo de errar. Numa dessas fez um golaço que coroou mais uma belíssima atuação. No elenco atual do SPFC, Antony é hoje mais importante do que Hernanes, Nenê, Pablo e Everton… Juntos.
  • IGOR GOMES: Fez um ótimo primeiro tempo, não se escondeu na crise, chamou a responsabilidade pra si e se esforçou demais em campo. E olha que essa foi a estreia dele no time profissional. No segundo tempo, cansou e saiu de campo com muitas cãimbras.

 

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]BOLA MURCHA[/perfectpullquote]

  • IGOR CURUPIRA VINÍCIUS: Você conhece o personagem da mitologia brasileira Curupira, que tem os pés virados para trás? Pois é, o Igor Vinícius é a personificação do Curupira em um jogador de futebol. A impressão que dá é que ele tem os pés virados pra trás, pois o cara corre sempre errado, se posiciona sempre errado, chuta torto, erra passes de 30 cm (e isso aconteceu em uma patética devolução de bola que ele fez para o Antony) e consegue estragar jogadas e perder a bola até quando está sozinho. Quem trouxe esse troço como “reforço” para essa temporada deveria pedir desculpas pelo erro. Esse Igor Curupira Vinícius não tem futebol para ser titular nem na Série F (a gente sabe que essa série não existe, mas se existisse o Curupira seria barrado lá por deficiência técnica).
  • EVERTON FELIPE: Isso aqui é caso de Procon. Esse tal de Everton Felipe era considerado a Joia do Nordeste, tinha supostas propostas pra jogar na Europa, veio pro SPFC como grande revelação do ano. Mas parece que alguém foi enganado pela edição de imagens do DVD, pois esse Everton Felipe é péssimo em todos os fundamentos, não completa jogada alguma, não sabe se posicionar, perde todas as bolas que recebe, não acerta passe algum… E o SPFC ainda pagou cerca de R$ 3 milhões por ele. Sério mesmo? Com esse futebol de R$ 3,00 desse pereba, o SPFC sai no prejuízo de R$ 2.999.997,00.