SPFC perde (de novo) na estreia do Brasileirão


CRUZEIRO 1 X 0 SÃO PAULO
Local : Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 14/5/2017 – 16h (de Brasília)
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (RJ); Assistentes : Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público/renda: 11.416 pessoas, 6.528 pagantes / R$ 125.549,00
Cartões amarelos: Rodrigo Caio (SAO)
Gols: Ábila 2′ 2ºT (1-0)
CRUZEIRO : Fábio; Lucas Romero (Lennon 25′ 2ºT), Dedé, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Rafinha (Lucas Silva 20′ 2ºT) e Alisson; De Arrascaeta e Ábila (Raniel 37′ 2ºT). Técnico: Mano Menezes
SÃO PAULO : Renan Ribeiro: Maicon, Rodrigo Caio, Militão (Thomaz 5′ 2ºT), Jucilei, João Schmidt, Thiago Mendes, Júnior Tavares, Cueva (Luiz Araújo – intervalo), Marcinho (Gilberto 25′ 2ºT) e Pratto. Técnico: Rogério Ceni

 


THOMAZ, THIAGO MENDES, RENAN RIBEIRO e LUCAS PRATTO: Nenhum dos quatro fez uma grande partida, mas eram os únicos que pareciam se importar com o resultado. Os estreantes Marcinho e Éder Militão também se esforçaram e até que foram bem, mas a gente não se ilude mais com estreantes que fazem bons jogos e, além disso, eles não atuaram os 90 minutos. O fato é que se formos ser mais rigorosos, ninguém merecia Bola Cheia nesta partida. Mas a gente quer voltar a ter a esperança que tínhamos no início do ano. Hoje, com esse fuebolzinho medíocre que o time está apresentando, só nos resta rezar pra não começar de novo o drama do Z4…

 


ROGÉRIO CENI: Algumas perguntas sem respostas levam o Mito mais uma vez ao Bola Murcha… Por que Thomaz fica na reserva se é o único que parece criar com velocidade e inteligência? Por que Gilberto fica na reserva se tem uma fome de gol quase psicótica? Por que João Schmidt é titular absoluto se não acerta nenhum passe e toca todas as bolas pra trás? Por que Cueva foi outra vez titular absoluto estando fora de forma, sem vontade, sem nenhum comprometimento e pipocando em todas as divididas? Por que Júnior Tavares continua titular absoluto se está numa fase péssima e todas as suas atuações são abaixo de patéticas? Por que Maicon continua fazendo ligação direta pro ataque se ele não sabe fazer isso, toda hora desperdiça bons contra-ataques e ninguém manda ele parar com essa palhaçada? Por que Lucas Pratto joga isolado na frente se inexiste criação pelo meio? Por que jogadores sem comprometimento parecem não dar a menor bola pra derrota e continuam titulares absolutos? Por que o “Craque de Condomínio” quer sempre dar toquinho, perde bola toda hora e não é chamado a atenção? Por que se esconder atrás de estatísticas se na prática o time foi limado de 3 competições em 2 semanas jogando um futebolzinho de várzea? Agora, a última pergunta: Rogério Ceni é “incaível”?
MAICON: O lance do gol do Cruzeiro foi resultado direto da falta de seriedade de Maicon no lance. Foi lambança de jogadorzinho amador! Ocorre que ele foi querer dar chutão em bola que já havia saído, o Cruzeiro cobrou o lateral rápido, Maicon não conseguiu acompanhar o lance, deixou a defesa desprotegida só com o “Craque de Condomínio” e o preguiçoso Júnior Tavares. Deu no que deu.
JÚNIOR TAVARES: Há meses que nem ele e nem Luiz Araújo rendem nem 5% do futebol de quatro meses atrás. Luiz Araújo foi parar na reserva, Júnior Tavares permanece intocável. É um futebolzinho mascarado, cheio de firulas e muito cai-cai. Simplesmente patético.
CUEVA: Não basta estar completamente fora de forma e pipocar em todas as divididas. O que mais irrita nas últimas atuações de Cueva é sua absoluta indiferença ao jogo, uma falta de comprometimento inaceitável e irritante. Além do mais, perdeu um gol feito por pura displicência. Atuação ridícula, já está mais do que na hora de dar chance para Thomaz.
RODRIGO CAIO: A fase é ruim, a defesa é fraquíssima no jogo aéreo, mas toda hora Rodrigo Caio quer dar toque de letra, fazer firulas, fazer jogadinha de “Craque de Condomínio”. Perdeu todas e quase entregou o ouro em duas oportunidades. Simplesmente ridículo.

 


Veja também:
Fotos e vídeo da chegada da Dragões da Real ao Mineirão para esta partida