SPFC perde em Itaquera após falhas grosseiras de Tiago Volpi

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 1 SÃO PAULO
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 17 de fevereiro de 2019, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Emerson de Carvalho e Daniel Marques
Público: 42.303 pagantes / 42.580 torcedores
Renda: R$ 2.219.753,00
Cartão Amarelo: Pedrinho (Corinthians); Igor Vinícius, Tiago Volpi e Hernanes (São Paulo)

Gols: CORINTHIANS: Manoel, aos 42 minutos do 1º tempo, e Gustagol, aos 27 minutos do 2º tempo; SÃO PAULO: Pablo, aos 11 minutos do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso (Richard); Pedrinho (Mateus Vital), Sornoza e Clayson (Vagner Love); Gustagol; Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Willian Farias (Nenê), Hudson e Hernanes; Gonzalo Carneiro, Pablo (Diego Souza) e Everton (Antony); Técnico: Vagner Mancini (interino)

 

BOLA CHEIA

  • MANCINI: Apesar da derrota, pela primeira vez no ano se viu em campo um SPFC que tinha pelo menos uma “lembrança” de um esquema tático, com jogadores melhor posicionados, cumprindo funções específicas. Além disso, Mancini chegou barrando Jucilei, Araruna, Anderson Martins, Diego Souza, Helinho e Nenê (e vale lembrar que Bruno Peres alegou conjuntivitite e não foi pro jogo) ― ou seja, ele tirou do time gente que há tempos não rende nada, mas o técnico anterior simplesmente não tinha coragem de barrar. A fase está tão ruim e o planejamento péssimo de Raí & cia. jogou o clube de tal maneira no fundo do poço, que não seria vergonha nenhuma efetivar de vez Mancini como técnico e deixar o pobre Cuca fazer seu tratamento de coração em paz. A verdade é que o SPFC quase matou do coração técnicos como Ricardo Gomes e Muricy, que eram saudáveis, imagine então o que pode acontecer com o bem-intencionado Cuca…
  • GONZALO CARNEIRO: Ele é meio estabanado, cometeu um ato de indisciplina imperdoável, no entanto, ninguém pode reclamar que o cara não joga com raça. Nesta partida, com Arboleda e Hudson atrasando todas as jogadas por causa de sua incompetência técnica, Carneiro começou a buscar o jogo, tentar jogadas sozinho e, numa dessas, o SPFC fez um gol. É lamentável ter que pedir que um jogador tecnicamente limitado como Carneiro seja titular, mas na atual situação, é melhor ter ele lá na frente do que o peso-morto Diego “Feijoada”…

 

BOLA MURCHA

  • TIAGO VOLPI: No México, o apelido dele era “Homem Voador”. No SPFC, já tá virando “Mão-de-Alface”. A gente queria acreditar, a gente torcia muito para ele dar certo, porém, fica cada vez mais claro que Tiago Volpi entra pro hall de goleiros medianos como Denis, Renan Ribeiro, Sidão e Jean. Volpi errou feio nos dois gols da galinhada, errou feio em incontáveis reposições de bola horrendamente erradas (chegou a tomar bronca até do Willian Farias por causa disso!), errou feio em quase todas as bolas aéreas. Volpi errou feio em todos os fundamentos em que se destacava ANTES de vir para o SPFC. A gente queria entender o que acontece com os goleiros que parecem “desaprender” o básico quando são contratados pelo SPFC. A conclusão mais óbvia é que a vinda de Volpi pode ter sido outro erro grosseiro do planejamento de Raí, assim como foi um erro grosseiro mandar Lucas Perri embora.
  • HUDSON: Esse troço aí perde bola toda hora, erra passes toda hora, toma dribles desconcertantes, comete faltas toda hora. O que esse cara ainda está fazendo no time titular, pelo amor de Deus?!?
  • ARBITRAGEM: A jogada do primeiro gol da galinhada surgiu de um cruzamento em que a bola saiu de campo meio metro e, além do mais, apesar da falha do goleiro Volpi, a bola não entrou. No fim do jogo, um gol legítimo do SPFC foi anulado com uma alegação descabida de mão de Carneiro. Com tudo isso, mais uma vez o SPFC é prejudicado descaradamente pela arbitragem e desta vez o autor da façanha foi Lucas Canetto Bellote. A gente nem tem mais ânimo para reclamar disso porque são anos e anos de favorecimento ao Corinthians, porém, fica aqui a pergunta: você entendeu agora porque o Corinthians se posiciona tão fortemente contra o VAR (árbitro de vídeo)?
  • PLANEJAMENTO: Gastaram quase R$ 50 milhões em reforços e colocaram um técnico inexperiente que não conseguiu implementar esquema de jogo e nem se impor contra as “cobras-criadas” do elenco; Jogaram fora um mês de preparação com uma pré-temporada vergonhosa na Flórida, que deixou atletas como Hernanes com um mês de atraso no condicionamento físico; Demitiram o técnico que continua no clube (só o auxiliar efetivamente foi mandado embora), contrataram um que por causa de problemas cardíacos só deve vir em maio e deixam tudo na mão do interino, que será afastado em dois meses mesmo que faça um bom trabalho; Pra fechar o circo, mandaram embora o talentoso Lucas Perri (sério mesmo que ele serve pro futebol inglês mas NÃO serve pro SPFC?) e nos deixaram com Volpi e Jean… Sério mesmo que Raí fez cursos e cursos no exterior para fazer esse planejamento de m…? Se Leco deixou tudo na mão de Raí e deu carta branca pro cara fazer o que quiser, então Raí é quem deve ser cobrado sim senhor. Ídolo dentro de campo ele será sempre, mas fora de campo tem metido os pés pelas mãos com uma enorme quantidade de decisões equivocadas. O resultado está aí: nos últimos 7 jogos, 5 derrotas e apenas dois gols marcados, sendo que o time entrou e saiu da Libertadores sem marcar nenhum gol, no maior vexame de sua história. É isso que se chama de “planejamento”, sr. Raí?