SPFC perde pro Atlético-MG após mais uma falha grosseira de Sidão

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]FICHA TÉCNICA[/perfectpullquote]

ATLÉTICO-MG 1 X 0 SÃO PAULO
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 5 de setembro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Matheus Galdezani, Luan, Emerson (CAM); Reinaldo (SP)
Renda: R$ 312.455,00
Público: 20.852 torcedores

GOL: Atlético-MG: Régis (contra), aos 8 minutos do 1T

ATLÉTICO-MG: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Adilson, Matheus Galdezani (Zé Welison), Cazares e Tomás Andrade (Leandrinho); Luan (David Terans) e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

SÃO PAULO: Sidão, Régis (Carneiro), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Liziero); Hudson, Jucilei (Shaylon) e Nenê; Reinaldo, Joao Rojas e Tréllez.
Técnico: Diego Aguirre

 

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]BOLA CHEIA[/perfectpullquote]

  • KINGNALDO: Voltou a ser o monstro que acabou com a galinhada, fez uma partida impecável, foi um guerreiro nos 90 minutos, não deixou de brigar até o último segundo. Uma atuação monstruosa! Kingnaldo está de volta, meu camarada!
  • LIZIERO: Depois que ele entrou no lugar do fraquíssimo Edimar, o time mudou completamente, ficou mais encorpado, mais efetivo, dobrou o tempo de posse de bola e deixou a galinha mineira acuada lá atrás. No fim do jogo ele cansou um pouco, mas sua entrada deu outra cara pro time são-paulino.
  • EMPENHO DO ELENCO: Apesar da derrota, o time jogou muito bem, com muita garra e atuou de igual para igual, apesar de tantos desfalques. Sinceramente, há anos não víamos um time tão guerreiro assim e, mesmo com a derrota, é preciso exaltar o empenho e a raça dos jogadores.

 

[perfectpullquote align=”full” bordertop=”false” cite=”” link=”” color=”” class=”” size=””]BOLA MURCHA[/perfectpullquote]

  • SIDÃO: Em duas partidas seguidas, as falhas grosseiras de Sidão foram responsáveis pela perda de 5 pontos que custaram a liderança do campeonato. Como podem manter como titular do SPFC um goleiro de m… que não sabe sair na bola aérea? Esse cara erra tempo de bola e toma dois gols contra seguidos por causa de suas limitações técnicas gritantes e fica tudo por isso mesmo? Isso sem contar outras duas rebatidas erradas que quase custaram mais gols do adversário. Não adianta o time inteiro jogar com sangue nos olhos se toda bola alçada na área do SPFC vira um terror por causa de um goleiro de quinta categoria! Todos tem goleiro, só nós não. Fora, Sidão!
  • RÉGIS: Estava vindo numa crescente, teve a chance de cavar uma vaga de titular, mas teve uma atuação muito apagada. De quebra, fez um gol contra por estar desatento e confiar demais na saída de um goleiro de várzea que temos defendendo nosso gol.
  • ANDERSON DARONCO: Deixou de marcar três pênaltis a favor do SPFC (um deles bateu nos braços de dois adversários seguidos e ele não deu nada!), inverteu faltas, parava o jogo toda hora para ficar de conversinha, inventou impedimento a torto e a direito… A atuação da arbitragem foi uma lástima e o Atlético-MG jogou o tempo todo com 12 em campo. Simples assim. Aliás, revendo o vídeo abaixo a gente percebe que naquele lance não foi um pênalti não… Foram DOIS pênaltis em um lance só!