SPFC perde pro Atlético-PR em Curitiba

wesley160918ATLÉTICO-PR 1 x 0 SÃO PAULO
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 18/9/2016 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Elio Nepomuceno (RS) e Antonio Albornoz (RS)
Público/renda: 15.216 pagantes/R$ 422.630,00
Cartões amarelos: Léo (CAP), Denis (SAO)
Gols: Pablo, 34’/2ºT (1-0)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Palulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio, Hernani, Pablo e Matheus Rossetto (Luciano Cabral – intervalo/Renan Paulino 45′ 2ºT); Lucas Fernandes (Juninho 13’/2ºT) e André Lima. Técnico: Paulo Autuori
SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Rodrigo Caio, Maicon (Lyanco 33’/2ºT) e Mena; Hudson; Kelvin (Robson 38’/2ºT), Thiago Mendes, Wesley (Michel Bastos 22’/2ºT) e Cueva; Chavez. Técnico: Ricardo Gomes


DENIS: Outra partidaça que mostra que o cara está enfim ganhando confiança pra mostrar porque o clube apostou tanto nele para substituir o M1to. Denis fez duas defesaças que em qualquer outra situação teriam sido convertidas em gol, mas escorregou justamente na hora do gol dos atleticanos. Foi uma infelicidade mesmo, não dá para culpar o goleiro e nem considerar isso uma falha. De qualquer modo, Denis foi um dos mais criticados pela torcida no primeiro semestre e aqui mesmo no site nós pegamos pesado com ele. Mas a situação mudou, Denis tem mostrado confiança, agilidade e muita segurança, então é lógico que nós apoiamos integralmente também. O que alguns “migués” do elenco não entendem é que a torcida não tem nada contra ninguém, as críticas são reflexo do que o cara apresenta em campo – e Denis soube superar muito bem a fase ruim e as críticas pesadas. Parabéns, Denis, sem mimimi, sem reclamação, apenas trabalhando duro com seriedade e profissionalismo!


MESMOS PROBLEMAS: A defesa já está se ajustando com Maicon, Buffarini e Lyanco (se bem que o titular é Rodrigo Caio), o ataque está bem servido com a dupla C&C (Chaves e Cueva), mas o meio continua muito fraco. Como o ataque pode fazer gol se a bola não chega? Há pelo menos uns 6 meses que Thiago Mendes não mostra futebol que justifique sua condição de titular, mas ele continua intocável errando passes, perdendo bolas estúpidas e parecendo estar sempre completamente perdido em campo. Wesley começou a correr depois que as cobranças aumentaram fora de campo, especialmente por parte de Marco Aurélio Cunha, que está sabendo lidar bem com a situação. Mas Wesley não virou “craque” porque faz um gol por ano, né… Já Hudson… Bom, não dá pra esperar muito mesmo. O fato é que a paciência da torcida se esgotou, estamos de saco cheio de todo ano ficar torcendo para não encostar na Zona de Rebaixamento. O SPFC foi apequenado por anos de gestões desastrosas, especialmente de 2012 pra cá. O são-paulino hoje não pode mais se dar ao luxo de sonhar com Libertadores ou Mundial: a mentalidade do clube hoje é dar graças a Deus se não cair pra Série B. Pense nisso, caro torcedor: nos últimos três meses foram 15 jogos e apenas quatro vitórias, mas todas as quatro vitórias foram contra times da Zona do Rebaixamento (América-MG, Santa Cruz, Figueirense e Cruzeiro). Só ganhamos de galinhas mortas!!! Como alguém em sã consciência pode ficar feliz e conformado com isso?!?