SPFC perde pro Corinthians em jogo medíocre e lambanças de Cuca

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 SÃO PAULO
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data: Domingo, dia 26 de maio de 2019
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Luis Marques
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Público: 39.378 pagantes
Renda: R$ 1.916.228,30
Cartões amarelos: Júnior Urso, Danilo Avelar, Sornoza (Corinthians); Antony, Igor Vinícius, Hudson, Hernanes (São Paulo)
Gols: CORINTHIANS: Pedrinho, aos sete minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso; Pedrinho (Mateus Vital), Sornoza e Clayson (Ramiro); Vagner Love (Gustagol); Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Helinho); Antony, Pato e Everton (Hernanes); Técnico: Cuca

 

BOLA CHEIA

  • HERNANES: O Profeta já disse que está 100% para jogar os 90 minutos, mas Cuca prefere o Bonecão de Posto (Vitor Bueno) como titular. Quando Hernanes enfim entra, acaba dando um sopro de vida para um time que parece totalmente perdido e desmotivado em campo. Mesmo recebendo uma marcação duríssima, o Profeta foi literalmente um sopro de vida em mais um dia de vergonha para a torcida são-paulina.

 

BOLA MURCHA

  • CUCA: Sabe qual é o retrato da atual situação que a gente vê aqui de fora? Cuca desmontou todo o trabalho de Mancini, prefere usar as raposas velhas que ele próprio indica e, nesta partida, inventou demais, escalou mal, substituiu pior ainda e está sendo diretamente responsável pela volta da era dos vexames. Tchê Tchê é intocável na Era Cuca, mas é apenas um jogador mediano que basta uma marcação mais forte para anulá-lo por completo; Outra indicação de Cuca, Vitor Bueno entra como titular em um jogo decisivo: até um bonecão de posto é mais eficiente em campo do que esse jogadorzinho de time pequeno; Pra piorar, assim que teve que dar o braço a torcer e colocar Hernanes em campo, Cuca deslocou Vitor Bueno para ser “falso 9”… Jesus amado, o cara mal consegue matar uma bola direito e passa metade do tempo tentando se achar em campo, como Cuca pode colocar esse troço para ser o homem de área? E tem mais: quando Cuca tira Everton e coloca Antony para jogar mais pelo meio é o mesmo que dizer: “Eu não tenho a menor ideia do que estou fazendo aqui!” O time não parece ter esquema definido, foi muito mal escalado, as substituições foram péssimas e a teimosia de Cuca está trazendo de volta a era das vergonhas.

 
  • VITOR BUENO: Deus do céu, quem contratou esse bonecão de posto? Esse cara não tem futebol pra jogar nem a Série C… Nem vamos falar mais nada, viu…
  • REINALDO: Nenhuma jogada certa. Nenhum passe direito. Nem lateral acerta mais. Muita correria pra nada. Inútil, reclamão, adora finalizar chutando a bola pra arquibancada. Voltou a ser o Reinaldo de 2013/2014, é…?
  • PATO: Completamente avoado, desconcentrado, fora de sintonia. A impressão que dava é que se alguém perguntasse o que ele estava fazendo ali, ele responderia: “Vim assistir ao programa de TV do meu sogrão, ué…”
  • PLANEJAMENTO: Em um jogo tenso, o técnico olha pro banco e todos os jogadores têm características iguais, enquanto a outra metade do elenco está lesionada e/ou sofrendo fisicamente com a falta de pré-temporada. Isso é fruto do péssimo planejamento de quem recebeu carta branca até do presidente para “planejar” a temporada 2019 com toda liberdade. Precisa dizer nomes? Diante desse quadro, o técnico diz que precisa de um centro-avante e de um lateral, aí o sr. Planejador corre atrás de reforços. Se bobear, vai acabar trazendo algum atacante encostado em time de segunda linha do Rio de Janeiro ou um lateral em fim de carreira na Europa que não tem mais mercado nem em futebol turco… Opa, peraí…