SPFC vence (de novo!!!) seu maior freguês da atualidade

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FLAMENGO
Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data e horário: 25 de fevereiro de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (PB)
Gols: Luciano (1-0, 49’/2ºT), Bruno Henrique (1-1, 5’/2ºT), Pablo (1-1, 13’/2ºT)

Cartão amarelo: Tchê Tchê, Arboleda, Dani Alves, Igor Vinícius, Wellington, Luciano (SPO); Gabriel Barbosa (FLA)
SÃO PAULO (Técnico: Marcos Vizolli) Tiago Volpi; Diego Costa, Arboleda e Bruno Alves; Igor Vinícius (Galeano, 35’/2ºT), Luan (Hernanes, 40’/2ºT), Tchê Tchê, Dani Alves e Welington (Gabriel Sara, 41’/2ºT; Luciano (Igor Gomes, 41’/2ºT) e Pablo (Tréllez, 46’/2ºT)

FLAMENGO (Técnico: Rogério Ceni) Hugo Souza, Isla (Matheuzinho, 27’/2ºT), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego Ribas (João Gomes, 27’/2ºT, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel Barbosa (Pedro, 21’/2ºT).

 

BOLA CHEIA

  • LUCIANO: Mais um golaço. Desta vez, numa cobrança de falta que foi uma verdadeira obra de arte. O cara é uma máquina de fazer gols. E se empenha como poucos. Se tivéssemos uns três Lucianos no time, estaríamos agora comemorando o título.
  • WELINGTON: Mais um moleque que sobe da Base e dá conta do recado. O garoto jogou com personalidade, não se intimidou com o adversário, cumpriu seu papel com louvor. Mais uma boa opção de Cotia que Crespo terá para trabalhar no time principal.

 

BOLA MURCHA

  • NINGUÉM: Se fosse um Bola Murcha pra temporada, apenas um ou dois atletas escapariam das críticas. Porém, nesta partida em especial, o time jogou com afinco, defendendo-se com intensidade, em bloco, e contra-atacando quando possível. Em outras palavras: jogou como time pequeno. E ganhou. Será que foi esse o segredo da vitória? Quando se tem em campo nomes como […aqui neste espaço pode colocar 80% do elenco atual…], é preciso jogar como time pequeno para conseguir vencer. Mas o SPFC jamais pode se contentar com isso. De qualquer forma, o fato é que pro freguês rubro-negro o SPFC não perde não!