SPFC vence Fortaleza no reencontro com Ceni no Pacaembu

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FORTALEZA
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 5 de outubro de 2019 (sábado)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Alessandro álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
VAR: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Público: 34.962 pessoas
Renda: R$ 650.396,00
Gols: Pablo, aos 14 do 1ºT, e Igor Gomes, aos 34 do 2ºT  (São Paulo); Wellington Paulista, aos 39 do 1ºT (Fortaleza)
Cartões amarelos: Pablo, Arboleda, Daniel Alves (São Paulo); Wellington Paulista, Gabriel Dias (Fortaleza)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Gomes), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan; Daniel Alves, Hernanes (Vitor Bueno), Antony e Tchê Tchê; Pablo; Técnico: Fernando Diniz

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe, Juninho, Edinho (Matheus Alessandro) e Osvaldo (Felipe Pires); André Luís (Vázquez) e Wellington Paulista; Técnico: Rogério Ceni

 

BOLA CHEIA

  • TORCIDA SÃO-PAULINA: Torcedor que é torcedor não esquece os seus ídolos. Ao aparecer em campo, Rogério Ceni foi ovacionado pelo estádio inteiro, lotado, com os ingressos esgotados. A Dragões abriu o próprio bandeirão em homenagem a ele e inclusive uma das bandeiras customizadas de nossos amigos da Leões da TUF (torcida do Fortaleza). Que cena rara: uma torcida ovacionando o treinador do time adversário… Durante o jogo, a torcida apoiou o tempo inteiro, mesmo o time não apresentando um bom futebol e escancarando as deficiências de sempre. Parabéns, Nação Tricolor, que belíssima festa!
  • DANI ALVES: Se você observar em qualquer replay dos melhores momentos desta partida, vai perceber que as melhores jogadas sempre começavam com um passe certeiro de Dani Alves. Craque que é craque é assim: faz a bola rodar, adianta o time, atrai a marcação e dá passes que deixam um companheiro livre. Que Dani Alves é craque de nível mundial, todo mundo sabe, mas como é bom observar os detalhes de um cara desse nível quando está em campo! 
  • TIAGO VOLPI: Outra vez salvou o time de um vexame após lambanças daqueles de sempre (precisa dizer os nomes?), que terminaram em contra-ataque adversário. Volpi fez três defesas dificílimas, sendo que uma delas foi espetacular. E do outro lado tinha Rogério Ceni, né… Volpi não podia fazer feio. Partida impecável. Parabéns, Volpi.
  • FERNANDO DINIZ: A gente tá querendo muito acreditar que o quarto treinador do ano enfim vai dar certo. É lógico que o histórico de qualquer time vencedor tem um técnico a cada quatro anos. Nós temos quatro técnicos no mesmo ano. Mas deixando esse planejamento amadorzão de lado, Diniz chega com boas ideias e total respaldo dos jogadores. É claro que a gente desanima um pouco quando olha Tchê Tchê como titular absoluto, Hernanes se arrastando em campo, Pablo completamente perdido no ataque e Vitor Bueno ganhando chances no time. Mas a esperança é a última que morre. Torcemos para que você dê certo, Diniz.

 

Vespas atacam os jogadores no Pacaembu: que tipo de manutenção é essa que é feita no estádio?

BOLA MURCHA

  • HERNANES: Quem é esse cara que abduziu o Profeta? Porque, cá entre nós, esse morto-vivo que se arrasta em campo, atrasa todas as jogadas, erra todos os passes e perde todas as bolas não é nem de longe o Hernanes que conhecemos. Se o próprio Hernanes diz que já está com condicionamento físico em 100% (depois de quase um ano no clube seria absurdo não estar 100%, né…), por que diabos ele atua com essa apatia, esse quase desleixo em campo? É impressionante como o time melhorou após a saída de Hernanes: os passes saíam mais rápidos, as jogadas se desenhavam com mais velocidade e os ataques ficaram mais perigosos. 
  • PACAEMBU: Que lixo que se transformou o charmoso Pacaembu, hein… Banheiros imundos, cadeiras quebradas, gramado completamente esburacado. Mas a estrela do dia foram as vespas na bandeirinha de escanteio. Tinha simplesmente um ninho de vespas na bandeirinha. Dani Alves foi picado. Antony não conseguia cobrar escanteio. Que tipo de manutenção não vê um enorme ninho de vespas na bandeirinha? Anos e anos se arrastando com dinheiro público sendo jogado pela janela para ter essa manutenção de várzea? Que absurdo!