SPFC vence o Bahia em Salvador e sobe pra 2º no Brasileiro

 
FICHA TÉCNICA
BAHIA 1×3 SÃO PAULO
​Data: 28 de Novembro de 2020
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Gabriel Sara e Daniel Alves (São Paulo)
Gols: Luciano (0-1) (6’/2ºT); Arboleda (0-2) (20’/2ºT); Luciano (0-3) (28’/2ºT); Clayson (1-3) (35’/2ºT).
 
​BAHIA: Douglas; Edson, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Elias (Nino Paraíba, aos 30’2ºT), Ramon (Élber, aos 17’/2ºT), Alesson (Saldanha, aos 17’/2ºT) e Rodriguinho (Danielzinho, aos 17’/2ºT); Rossi (Clayson, aos 30’/2ºT). Técnico: Claudio Prates.
SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Vitor Bueno, no intervalo), Arboleda, Léo (Tchê Tchê, no intervalo) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara (Hernanes, aos 36’/2ºT) e Igor Gomes (Rodrigo Nestor, aos 39’/2ºT); Brenner e Luciano (Pablo, aos 36’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.
 
BOLA CHEIA
  • LUCIANO: Mais dois gols pra conta. Pra ser mais exato, dois golaços: um de bicicleta e outro com um belíssimo chute de primeira. O cara é meio encrenqueiro, reclamão, mas joga com um empenho que só merece elogios. E faz gols. Parabéns, Luciano!
 
BOLA MURCHA
  • VAR: Desta vez, o VAR só não arrancou pontos preciosos do SPFC porque o árbitro gaúcho Leandro Vuaden teve o bom senso de ignorar a recomendação do VAR. O lance foi o seguinte: bola alçada na área, Volpi sai socando (como qualquer goleiro do mundo) e acaba acertando o rosto do adversário por acidente. A Central do Apito cravou: foi acidente de jogo e nem falta deveria ser marcado. O VAR queria pênalti e expulsão de Volpi. A pergunta que fica é a seguinte: se o SPFC perdesse mais pontos por erros do VAR, a diretoria iria abaixar a cabeça pra CBF outra vez ou iria tomar providências sérias, como qualquer clube que quer ser campeão faria? E se o SPFC perder o título por causa de dois pontos, hein?

 

(por Demétrio Valente)