SPFC vence o Fluminense e se isola ainda mais na liderança

 

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 2 SÃO PAULO
Data/Hora: 26/12/2020 – 21h
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA – RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA – RS) e Michael Stanislau (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Gols: Brenner, 14/1T (0-1), Fred, 6/2T (1-1), Brenner, 26/2T (1-2)
Cartão amarelo: Yuri, Nino. Danilo Barcelos (FLU), Luan (SAO)

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos; Yuri (Caio Paulista, 28/2T), Yago Felipe e Michel Araújo (Felippe Cardoso, 42/2T); Wellington Silva (Miguel, 28/2T), Marcos Paulo (Lucca, 13/2T) e Fred. Técnico: Marcão

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan (Rodrigo Nestor, 29/2T), Daniel Alves, Gabriel Sara (Toró, 36/2T) e Igor Gomes (Vitor Bueno, 16/2T); Luciano (Pablo, 16/2T) e Brenner (Hernanes, 36/2T). Técnico: Fernando Diniz

 

BOLA CHEIA

  • BRENNER: Apesar de ainda fazer umas finalizações muito tortas, Brenner tem o “cheiro” do gol, marcou dois de puro oportunismo, de atacante que chega na hora certa. É um milésimo de segundo que faz a diferença. Apesar de muito jovem, essa maratona de jogos tá começando a pesar para o garoto, é visível seu cansaço em campo. Mas quem faz dois gols num jogo merece sempre Bola Cheia.

 

BOLA MURCHA

  • IGOR VINÍCIUS, PABLO: É bem evidente que esses dois não estão na mesma sintonia do resto do time. Se Igor Vinícius tivesse melhores atuações, ele seria até uma opção melhor do que Juanfran na lateral, pois ele é mais veloz, sobe melhor pro ataque e volta mais rápido quando precisa. Na prática, porém, Juanfran usa sua experiência para compensar a falta de velocidade, enquanto Igor Vinícius fica se atrapalhando sozinho com a bola. Já de Pablo não tem mais o que falar: lento, atrapalhado, confuso e comete falta demais. Ele se machucou sozinho no final ― quem sabe se passar uma temporada no Reffis, outros atacantes (Carneiro, Tréllez) ganhem mais chances…