SPFC vence tranquilo o Água Santa na estreia do Paulistão

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 0 ÁGUA SANTA
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22/01/2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Gols: Pablo (5min/1ºT), Daniel Alves (41min/1ºT)
Árbitro: Edina Alves Batista
Assistentes: Danilo Ricardo S. Manis e Marco Antonio de Andrade M. Junior
Cartões amarelos: Uederson (34min/2ºT), Alexandre Pato (35min/2ºT)
Público: 18.493 pagantes
Renda: R$ 523.613,00

SPFC: Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes (Liziero, 27min/2ºT); Helinho (Alexandre Pato, 19min/2º), Pablo (Brenner, 39min/2ºT) e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz

ECAS: Thomazella; Luis Ricardo, Andrés Robles, Walisson Maia e Jonathan; Wellington Reis, Pio (Velicka, intervalo), Robinho (Luan Dias, 30min/2ºT) e Marquinho. Felipe Azevedo e Dinei (Uederson, 29min/2ºT). Técnico: Fernando Marchiori

 

BOLA CHEIA

  • PRIMEIRO TEMPO: Foi uma primeira etapa animadora para a torcida são-paulina, com o time organizado em campo, empenhado, com bom toque de bola. As boas atuações de Helinho e Hernanes foram uma agradável surpresa para quem já nem tinha mais muita esperança com eles. Mas também merecem destaques as boas atuações de Vitor Bueno, Dani Alves e Pablo, que deram boa movimentação ao ataque. No gol, outra vez Tiago Volpi fez boas defesas, ainda que tenha sido pouco acionado. Pela performance nesta primeira etapa, a gente fica cheio de esperança que esta temporada seja melhor.

 

BOLA MURCHA

  • SEGUNDO TEMPO: Ao contrário do primeiro tempo, no segundo o SPFC entrou para garantir o resultado, ou seja, acabamos vendo aquele infindável toque de bola pro lado que não leva a lugar algum. Diniz colocou Pato em campo para tentar “recuperá-lo”, mas sinceramente não se viu absolutamente nada diferente daquele Pato de 2019, ainda que todos sejam unânimes em confirmar que ele está muito mais empenhado nos treinos. No geral, não foi um segundo tempo trágico porque o time do Água Santa é muito fraco, mas esperamos que a atuação da segunda etapa não seja a tônica da temporada. O que nós queremos é ver o SPFC novamente com moral dentro e fora de campo, afinal, tem torcedor hoje que anda tão “sangue de barata” e desmoralizado que já acha “normal” zagueiro do próprio time vestir camisa do rival… Nós somos “old school”, aquela camisa verde lá dá até urticária, viu…

 

VÍDEO