Torcida protesta contra diretoria do SPFC em tarde de futebol medíocre

Torcedores do São Paulo receberam o ônibus do time com cruzes, velas e fumaça preta antes da partida contra o Red Bull Brasil que terminou em 0x0, neste domingo, no Morumbi, em mais um protesto organizado pelas torcidas organizadas do SPFC.

O principal alvo foi novamente o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. Os torcedores também pediram a saída do diretor de futebol Raí.

No momento, Leco não dá sinais de que cogite renunciar ― tem mandato até o fim de 2020. Além disso, avisou a conselheiros de oposição que pediram a saída de Raí que o ídolo só sairá da diretoria se quiser.

Entre os jogadores, os alvos de indignação foram Diego Souza, Nenê, Bruno Peres e Reinaldo. Os são-paulinos chegaram a gritar “que bom seria se o Diego Souza voltasse para a Bahia”. O camisa 9, que nunca jogou na Bahia, tem negociações com o Sport Recife e pode se despedir do Tricolor neste domingo.

O protesto foi pacífico. O veículo da delegação passou rapidamente, aos gritos de “muito respeito com a camisa tricolor”.

Fonte: Terra